2018: Um ano revelador.


Amo Signos

2018 — Um ano revelador.

Xangô começou 2018 tirando máscaras. Tão abruptamente que muitos devem estar indignados com algumas atitudes de algumas pessoas até agora.

Mostrou verdades, insatisfações e revelou as pessoas, fazendo com todos se mostrassem sem disfarces.

Muitos pensam que Xangô é um Orixá implacável em sua justiça. Muito pelo contrário. Xangô é tolerante como um juiz, benevolente, e oferece, antes de suas sentenças, a oportunidade de escolha de atitude a cada pessoa.

Para isso, Ele mostra dois caminhos. A pessoa escolhe de acordo com a sua consciência, seu livre-arbítrio.

Uma vez escolhido o caminho e tomada a atitude, Xangô começa a instalar seu inquérito. Apura a verdade, analisa os fatos alegados e traça a sua solução final: a cobrança, a justiça.

A consequência disso é a entrada de Oxumarê, Orixá da prosperidade, que começa a reduzir as forças que dirigem o movimento contínuo, reduz as oportunidades na vida da pessoa, pois é Ele quem leva o "ouro" ao palácio de Xangô, leva as águas da chuva de volta para as nuvens através do arco-íris.  

É Ele quem liga a terra ao céu. Matéria e espiritualidade. A ponte entre o mundo humano e o divino. Começa a desagregar, tirar a mobilidade para a pessoa analisar e reanalisar. Ainda oferece mais uma oportunidade de reavaliação. Começa então a movimentar a energia que oscila e se desloca, a energia acumulada que gera a queda ou a ascensão da consciência a níveis mais elevados. Por isso vimos, nesse ano de  2018, muitos temperamentos exaltados e atitudes precipitadas, desmedidas e impulsivas.

A conclusão vem através de Yansã, Orixá que executa, modificando as situações com a força dos ventos.

Às vezes implacavelmente, às vezes com benevolência. Tudo depende da conduta da pessoa que agiu e do seu merecimento pelo conjunto de atitudes anteriores — não só por uma questão específica. Todas as atitudes são analisadas, chegando a modificar a vida de uma pessoa completamente sem que ela tenha controle sobre isso.

Oxumarê novamente surge após o sol e a tempestade de Yansã, mostrando esse novo caminho escolhido pela pessoa, possibilitando uma renovação, mas não deixando ninguém esquecer que os erros passam, a verdade fica. Cria novamente os degraus que servem tanto para subir quanto para descer. A ascensão ou a queda não dependem mais Dele, dependem da consciência da pessoa, pois Ele volta a liberar o ciclo que faz tudo funcionar novamente. 

Eis que entra 2019 e nos traz Ogum, Orixá que irá acompanhar esse novo caminho, ajudando a reconstruir, mas também a cobrar a conduta e a verdade.




Conteúdos exclusivos BMGV EDITORA.
1995 AMO SIGNOS ESOTÉRICA © Todos os direitos reservados.

DMCA.com Protection Status