Vidas Passadas.
Vidas Passadas Peixes





↪ "Chegamos ao último signo do zodíaco e à finalização de um longo ciclo de desenvolvimento da alma. Como conseqüência o pisciano verá a colheita de tudo o que plantou no passado, e o todo o carma que ainda lhe resta será de uma só vez eliminada nessa vida. Isto significa que muitos piscianos carregarão uma verdadeira cruz nessa vida, tendo de se doar de uma forma completa e total aos outros. Agora não há mais como adiar o ajuste de contas porque já se está no final do ciclo, sendo preciso cultivar mais de que todos os outros signos a fé e a esperança.

Conheço piscianos que carregam um carma inacreditável desde crianças. Alguns são abandonados pelos pais, outros já nascem órfãos ou com sérios defeitos físicos. Vários adultos piscianos são explorados emocionalmente, permanecendo em relacionamentos amorosos que outros signos jamais suportariam. Realmente é um signo de se admirar, por constituírem pessoas com uma imensa força interior. De uma certa forma estão diretamente ligados à energia de Cristo e quanto antes aprenderem que possuem dons de cura maravilhosos, podendo ser ótimos médicos, dentistas, enfermeiros, estarão aptos em eliminar de uma só vez o carma que carregam. Geralmente por volta da maturidade, a vida lhes fica mais fácil.

No entanto isto não significa que o pisciano não vá mais encarnar; provavelmente depois dessa vida estará apto para iniciar um novo ciclo, completamente diferente e num nível mais elevado de evolução.

O símbolo desse signo, são dois peixes atados, onde um representa a matéria e o outro o espírito. Assim, este signo faz uma grande síntese, entre os dois lados da vida, sendo portanto o signo mais completo do zodíaco. Apesar disso, há muitos piscianos que estão focalizados em só um dos lados dos peixes. Há aqueles piscianos ligados com o peixes da matéria, sendo pessoas interesseiras, calculistas e outras ligadas ao peixes da espiritualidade, sendo muito devotos e desapegados. O certo é buscar o meio termo entre estes dois peixes.

No passado, o pisciano tinha uma vida totalmente livre, desapegada das convenções sociais e tradições. Foram revolucionários, artistas ou vagabundos natos. Aprenderam profundamente a sentir o amor universal. Nessa vida devem aprender a perdoar a tudo e a todos, pois estão em um processo de liberalização da alma. Devem buscar não carregar mais nenhum fardo para a outra vida.

A era de peixes que ocorreu entre 750 a C.- 1960 d.C foi o florescimento da civilização hebraica, dos romanos, dos bizantinos, da Idade Média. Por isso os piscianos sentirão uma identificação muito forte com o cristianismo, pois provavelmente foram missionários, monges, freiras, padres ou pregadores. Constituem pessoas com grande proteção divina e enorme força interior.

O regente de peixes, é Netuno, que na mitologia grega, era o deus Possêidon. Possêidon regia os mares, sendo irmão de Zeus e filho de Cronos. Era um deus poderoso, pois podia arrasar cidades com suas ondas revoltas ou secar os lagos, prejudicando a agricultura. Por isso, a Grécia que é um país que vivia e ainda vive da pesca, do comércio marítimo, tinham o maior respeito a este deus, sendo cultuado em praticamente todas as ilhas gregas. Além disso, o dom musical extremamente refinado no pisciano, pode ser originário dessa ligação com o mar, pois o barulho das ondas marítimas é uma música divina, que nos inspira e nos liga com o centro maior de nossa existência, que é Deus.

Esotericamente o outro regente de peixes é Júpiter, que é um planeta de expansão, de sorte e de bem-aventurança. Portanto todo o pisciano tem a chance de ter sua vida completamente mudada em um golpe de sorte por causa dessa regência esotérica. No entanto, Júpiter só influenciará aqueles que trabalharam arduamente nas vidas passadas.

Peixes é um signo de inspiração musical, poética e artística, por haver um forte vínculo espiritual, através de seus regentes, Netuno e Júpiter. Assim, o pisciano evoluído possui a facilidade em expressar as emoções do coletivo e de ter bastante sorte e proteção na vida. No entanto aqueles que trazem complicações de vidas passadas, como insegurança, sentimento de culpa, devem estar atentos, pois a combinação das energias netunianas e jupiterianas que pode levar a excessos, como dependência das drogas, da bebida, do sexo, do dinheiro e da comida.

Por causa da grande sensibilidade desse signo e por se estar dissolvendo o ego, é capaz de levar o indivíduo a se envolver em situações ilusórias, e enganadoras, as quais deverá ter cuidado. No entanto, os piscianos só se sentirão realmente felizes quando puderem se doar aos outros, pois é o signo mais preparado para auxiliar o próximo, por serem pessoas já com estado evolutivo avançado. Na verdade, sentem-se incapazes de viver exclusivamente para si mesmos, e possuem a necessidade íntima de se sacrificarem, senão por alguém mas por algum ideal. Quando não conseguem se doar ao próximo ou de expressarem a sua inspiração, mergulham em uma fase de depressão, podendo ter idéias suicidas. Na verdade estas provas visam ao fortalecimento do espírito e a busca do equilíbrio interno, para que possam no futuro iniciar um ciclo completamente novo e renovados para expressarem com mais pureza e menos confusão seus nobres ideais."

           
Parceiros de conteúdo Esotérica™ — Editora Pensamento.
Conteúdo exclusivo BMGV EDITORA 1995 © todos os direitos reservados.

DMCA.com Protection Status